António Eustáquio

Guitolão



António Eustáquio nasceu em Portalegre. Apesar de muito tempo passado na capital do país, o Alentejo é o seu meio natural. É Licenciado em Música – Guitarra Portuguesa. Professor de Educação Musical, no ensino oficial, leva a sério a tarefa de ensinar. Apesar da intensa atividade musical, provavelmente ouviremos, sempre que lhe perguntamos, dizer que a sua atividade principal é o ensino. Passou vários anos a procurar novos rumos para a guitarra portuguesa, o que é fácil de constatar se atendermos a alguns títulos da sua discografia, onde, por exemplo, encontramos “Antonio Vivaldi em guitarra portuguesa” ou “Bach em guitarra portuguesa”. Acompanhado pela Camerata Lusitana, leva o ensejo de Carlos Paredes à letra, ou seja, confirma as possibilidades expressivas da guitarra portuguesa como instrumento solista, interpretando obras que exigem um enorme virtuosismo e rigor interpretativo. O encontro com o Guitolão, novo instrumento português, é um momento definidor.

Atualmente é um dos únicos proprietários do instrumento sugerido por Carlos Paredes e construído pelo Mestre Gilberto Grácio. O primeiro disco com esse instrumento foi lançado no final de 2008, onde o ouvimos ao lado do “Quarteto Ibero-americano”. O seu mais recente projecto, com o contrabaixista Carlos Barreto, traz de volta um amor antIgo pelo Jazz. De facto, começou a tocar guitarra elétrica na sua adolescência e chegar a frequentar a Escola do Hot Clube de Portugal.


Participações