Sérgio Carolino

Tuba



Sérgio Carolino é um tubista português e professor, natural de Alcobaça, nacido a 26 de outubro de 1973.

A reputação internacional de Sérgio Carolino estabeleceu-se pelo seu ecletismo, que vai desde a interpretação do reportório standard e contemporâneo para tuba e à abordagem estilística ao jazz, funk e até ao improviso.

É um dos mais aclamados tubistas, com atividade constante na qualidade de solista e professor nos mais conceituados festivais, conservatórios e universidades dos cinco continentes. Recebeu, em cinco ocasiões, o Roger Bobo Award Prize — nos anos de 2008,2010,2012,2014 e 2019; recebeu o Prémio de Músico Revelação de Jazz em Portugal (2004) e o Prémio Carlos Paredes (2004) e o Prémio SPA (2013) na categoria de música erudita — tanto pelas obras editadas no ano de 2012 como pela ação divulgadora da música portuguesa pelo mundo.

Alguns dos seus projetos são TGB, TUBAX Duo, TUBAB Duo, R’B & Mr.SC, The Postcard Brass Band, XL Duo, Surrealist Discussion, DUO AR., SubWoof3r, Tuba&Drums Double Duo, Duo Adamastor, Funky Bones Factory!, Yamaha Taba Duo, Moderato Tangabile, T’nT, Mr. SC & The Wild Bones Gang e muitos mais.

Sérgio Carolino é desde 2002, solista de tuba principal da Orquestra Sinfónica do Porto, na Casa da Música, e desde junho de 2020, professor de tuba e de criatividade musical na Musical Arts Madrid. É artista executivo da Plataforma Artistica Palco Improvisado. Foi professor convidado durante um semestre na conceituada Indiana University — Jacobs School of Music, Bloomington (EUA). É ainda professor na Escola Superior de Musica e das Artes do Espetáculo na ESMAE e Diretor Artístico do GRAVISSIMO! — Festival e Academia Internacional de Metais Graves de Alcobaça.

Toca exclusivamente com bocais com a sua assinatura do atelier Brass.Lab MoMo (Osaka, Japão) e com a surdina Mushroom Cup Mute, desenhada e concebida por si e fabricada pelo austríaco Johann Schlipfinger.


Participações